CONSELHO REGIONAL DE TÉCNICOS EM RADIOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

NOTÍCIAS

Notícias do CRTR4RJ

Nota de repúdio do 7º Corpo de Conselheiros do CRTR-RJ

Diante da notícia veiculada pela imprensa de uma jovem importunada sexualmente dentro de uma unidade de saúde em Campo Grande, na Zona Oeste do Rio, nesta terça-feira (19), o Conselho Regional de Técnicos em Radiologia do Rio de Janeiro (CRTR4) imediatamente abriu uma sindicância para verificar a real situação desse profissional, acionando a Comissão de Ética e Disciplina para as devidas medidas cabíveis.

Responsável por trabalhar em prol dos profissionais das técnicas radiológicas e da sociedade civil em geral, o Conselho enfatiza que repudia qualquer ato de assédio e importunação sexual contra as mulheres. Acrescenta ainda que não compactua com quaisquer práticas que fujam dos protocolos de atendimento e realização de exames de imagem, exames estes de total relevância para a saúde preventiva e diagnóstico de doenças. Por isso, atua, incessantemente, na educação continuada para que todos os profissionais habilitados possam, cada vez mais, prestar serviços de excelência para a população.

A entidade entende que é inadmissível que homens enxerguem o corpo das mulheres como objeto, pois estes não são públicos e merecem total respeito de quem quer que seja. Ao realizar o exame da forma que fez, o acusado não só feriu as premissas das técnicas radiológicas, mas, efetivamente, cometeu crime definido na Lei número 13.718/2018 e tipificado no Código Penal em seu artigo 215-A.

O CRTR4 considera inconcebível que, em pleno século XXI, jovens meninas e mulheres que precisam cuidar da saúde passem por atos libidinosos que configuram o desrespeito, a violação do seu corpo e a violência tão traumática do assédio que causam repulsa e indignação de toda a sociedade.

O Conselho de Radiologia lamenta profundamente o ato ocorrido e presta todo o apoio e solidariedade à jovem e seus familiares, além de todas as mulheres vítimas de violência.

Compartilhe