CONSELHO REGIONAL DE TÉCNICOS EM RADIOLOGIA DO RIO DE JANEIRO

NOTÍCIAS

Notícias do CRTR4RJ

Transparência é prioridade

A Diretoria do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia – CONTER, liderada pela presidente TNR. Cassiana Crispim, esteve em visita no Rio de Janeiro e, junto com o seu Grupo de Trabalho, foi recebida por toda a diretoria do CRTR4. Em pauta, uma imersão na gestão de todo o órgão, com reuniões e análises sobre os variados setores. O objetivo é a identificação das melhores medidas e projetos que possam trazer maior efetividade para a gestão do órgão e, consequentemente, ao atendimento à categoria como um todo e em todo o Estado do Rio.

De acordo com o presidente interventor, TNR. Fabrício de Oliveira, sua diretoria se preparou para propiciar aos visitantes um panorama geral da real situação em que se encontra o órgão do Rio de Janeiro, fazendo uma imersão em vários temas, como a parte contábil, jurídica, estratégias de fiscalização, fator financeiro etc. “Estamos sempre abertos a troca de experiências com todos os regionais e, principalmente o Conselho Nacional. Nossa proposta é sempre uma total transparência em nossa gestão, pois o objetivo é sempre promover melhorias”, afirma o presidente.

Fabricio destaca que, durante a visita, o Grupo de Trabalho do CONTER coletou informações para avaliar as orientações que possam auxiliar o Conselho do Rio de Janeiro, tendo em vista as várias situações complexas encontradas pela atual Diretoria Interventora. “Assumimos novamente há pouco tempo. Infelizmente, estamos nos deparando com situações complexas e que necessitam de total atenção. Para gerir um órgão como esse é preciso, acima de tudo, de responsabilidade”, alerta.

Segundo o Diretor Tesoureiro Interventor, TR. Ewerton Artur, foram dias de muito trabalho, dos quais foram possíveis, por exemplo, avaliar diversas negociações realizadas no passado, contratos firmados, inclusive de renegociações, entre outros. “Nossa meta é profissionalizar cada vez mais a gestão. Para isso, estamos fazendo todo um levantamento e, junto com o Grupo de Trabalho do CONTER, examinando, minuciosamente, várias ações realizadas e que não parecem ser vantajosas para o Conselho. São “heranças” de gestões anteriores que precisamos entender para, dentro do possível e da legalidade, mudar para melhor, para o que é o certo e/ou benéfico para o CRTR4”, disse o tesoureiro, acrescentando que durante a estadia do Grupo de Trabalho, o Diretor-secretário do Conter, Carlos Júnior, se mostrou solícito e atento às demandas do Regional, conversando com os profissionais para entender os anseios e necessidades. Segundo Ewerton, Carlos Júnior elogiou a atual diretoria do CRTR4 pelo esforço na busca de atender o que a categoria espera, mesmo com o pouco tempo dos atuais diretores à frente do Regional.

Outro tema tratado, talvez, um dos mais delicados, tem a ver com os gastos excessivos durante o mandato da gestão anterior, quando foram apontadas divergências entre as planilhas apresentadas e o balanço orçamentário. Além da análise técnico-contábil, os departamentos jurídicos do CONTER e do CRTR4 estudam as medidas cabíveis para a obtenção de mais esclarecimentos. “Precisamos entender o que houve, se há razoabilidade nas negociações e gastos realizados, o que não nos parece”, conclui o Tesoureiro.

Compartilhe